lixos pós jogo d Copa

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

O Jejum tem efeito Comprovado Cientificamente

                                                                  Jejum

       Em muitas Religiões inclusive os evangélicos , segue o costume do jejum segundo o evangelho de Jesus Cristo que jejuou por 40 dias no Deserto , e ele mesmo deixou varias passagens bíblicas recomendando o Jejum. E vejam que tudo faz sentido . Entre outros exemplos seguimos o de Daniel ,

Jejum de Daniel - 21 Dias

“Naqueles dias eu, Daniel, estava pranteando por três semanas inteiras. Nenhuma coisa desejável comi, nem carne nem vinho entraram na minha boca, nem me ungi com ungüento, até que se cumpriram as três semanas completas.” (Dn 10,2-3)

                                 

                                                 

Não é dieta ou regime. Os cientistas estão pesquisando como o jejum ou o corte radical de calorias pode promover o aumento da expectativa de vida. A alimentação equilibrada e rica em nutrientes é fundamental para uma boa saúde. Porém, já é sabido que a privação de alimentos de forma controlada pode ativar mecanismos de autodefesa das células que garantem a elas maior longevidade. É isso que se traduz em benefícios para todo o organismo. Tudo por causa da autofagia. Ela é um mecanismo importante de auto limpeza que existe em todas as células de nosso corpo. Os genes que regulam essa reciclagem de organelas velhas ou malformadas foram identificados por Yoshinori Ohsumi, ganhador do Nobel de medicina deste ano. A redução da autofagia leva ao acúmulo de componentes danificados, o que está associado à morte das células e ao desenvolvimento de doenças. Assim, manter o mecanismo ativo seria uma forma de prevenir problemas futuros.  

     A autofagia é ativada quando a célula está em situações de estresse. Por exemplo, quando o indivíduo fuma um cigarro ou deixa de se alimentar. Para sobreviver, a célula passa a “comer” partes internas, degradando tudo o que tem de ruim. Quanto mais o mecanismo funciona maior a faxina interna.

“O jejum induz a autofagia, isso é sabido. Também sabemos que a autofagia induz a longevidade. A busca agora é entender a conexão entre a autofagia ativada pelo jejum e a longevidade das células”, explica Soraya Smaili, professora livre-docente da Escola Paulista de Medicina. Segundo ela, a maioria dos estudos feitos até hoje foi com animais. 

Outra forma de ativar a autofagia e propiciar benefícios para o organismo é com a restrição do consumo de alimentos. Para funcionar, a redução de calorias ingeridas deve variar entre 20% e 60%, de acordo com as pesquisas. “Não é o jejum, é a diminuição prolongada de consumo de nutrientes. A autofagia é aumentada”, explica Luciana Gomes. A redução ocorreria principalmente no consumo de carboidratos e proteínas.

Contudo, se a privação de nutrientes for muito longa, os efeitos passam a ser negativos. Nesse caso, a célula poderia começar a degradar componentes bons, que funcionam. O ideal seria conseguir estimular a faxina interna em tempo certo, sem excessos. Para isso, os cientistas pesquisam qual seria o tempo de jejum e o nível de redução calórica que garantiriam os efeitos benéficos sem causar prejuízos. 
 há estudos feitos em humanos que mostram que o jejum, se bem conduzido e monitorado, traz benefícios a longo prazo. “Não é um jejum prolongado. É de 12 e no máximo 24 horas. E pode ser específico, de alguns nutrientes, como carboidratos e proteínas”, afirma. Durante o jejum, seria importante manter o consumo de água e de sais, para não provocar aumento da pressão arterial ou desidratação. Um soro pode cumprir essa função. E o jejum só poderia ser feito por pessoas saudáveis.

Para garantir o aumento da expectativa de vida a longo prazo, o jejum precisaria ser feito de forma periódica. “Não adianta fazer um hoje e outro no ano que vem”, diz a farmacóloga da Unifesp. Já a redução calórica precisaria ser permanente para produzir efeitos. “Como é difícil ter essa disciplina, surgiu a busca para confirmar se jejum intermitente conseguiria levar aos mesmos efeitos”, complementa a biomédica da USP

As pesquisas existentes ainda não possuem resultados que permitam traçar uma indicação de frequência do jejum. Quanto à restrição calórica, Gomes explica que em testes com animais os melhores resultados ocorreram entre os que foram mantidos em restrição calórica desde o nascimento. O aumento da expectativa de vida chegaria, nesses casos, a 30%. o jejum e a oração são recomendáveis e apropriados. Na mão de Deus são o meio de purificar o coração e promover uma disposição de espírito receptiva. Obtemos resposta às nossas orações porque humilhamos nossa alma perante Deus. [...] Agora e daqui por diante até ao fim do tempo, deve o povo de Deus ser mais fervoroso, mais desperto, não confiando em sua sabedoria, mas na sabedoria de seu Líder. Devem pôr de parte dias de jejum e oração. Pode não ser requerida a completa abstinência de alimento, mas devem comer moderadamente, do alimento mais simples” . Eu costumo jejuar aquilo que mais gosto e não consigo fiar um dia sequer sem , este sim é o jejum agradável ao senhor você estar dando o seu melhor e claro sua humildade ,coração puro e reto diante dele . 

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Cuidando da Saúde



      Que o refrigerante causa muito mal a saúde todos nós sabemos ,o que não sabemos é se devemos eliminar de vez ele da vidas das nossas crianças e de nossas vidas ,ou qual a medida correta para ingerirmos , e a que se torna muito grave quando ingerimos em grande quantidade, bem se podermos eliminar de vez é melhor saída , mais em meia uma festa ,um evento onde não ha outra opção para ingerir ha não ser o álcool oferecido pelos eventos , festas . Vamos dar uma analisada  . 

  O açúcar que que contem no refrigerante , ele cristaliza na corrente sanguínea e vira gordura , que possivelmente vai entupindo as vias , outro agravante para obesidade e também enfraquece os Ossos causando malefícios para causa da Osteoporose devido ação de acido fosfórico que impede a correta absorção do cálcio, enfraquecendo os Ossos .



Ataques cardíacos - Pesquisadores de uma maiores faculdade de renome como Harvard, descobriram que inferir uma bebida açucarada por dia aumenta 20% o risco de um homem ter um infarto durante um período de 22 anos. O risco intensificou com aumento das bebidas doces consumidas. risco se intensificou com o aumento das bebidas doces consumidas.  As mulheres que ingerem bebidas adoçadas com açúcar são mais propensas a desenvolver níveis elevados de triglicérides - gordura no sangue. Pesquisadores descobriram que as mulheres que consumiam pelo menos duas porções de refrigerante por semana, eram quatro vezes mais suscetíveis a ter altos níveis de triglicérides. Esta gordura passa a envolver os órgãos. como o fígado, o que pode contribuir para risco elevado de doença coronariana cardíaca, diabetes tipo 2 e acidente vascular cerebral. Por tanto minhas amigas e amigos , aqui em casa uma vez por semana apenas , só nos finais de semana . e estou substituindo por chás gelados . nas refeições estou substituindo , ou melhor reversando sucos em pó ou em garrafas , por água mesmo , no almoço sucos naturais há noite ,água . Veja este video também que lhes tragos sobre soluções que tem na própria natureza que combate doenças ainda mais graves como câncer, uma medida simples que sava vidas